Governo do Distrito Federal

Secretaria substituirá cadernetas da criança provisórias em agosto

  Vanessa Cezar, da Agência Saúde

A partir de 1º de agosto, as 50 mil cadernetas da criança provisórias, produzidas pela Secretaria de Saúde em novembro de 2016, serão substituídas por um documento definitivo. No ano passado, o Ministério da Saúde (MS), responsável pela distribuição anual de três milhões de cadernetas em todo o país, atrasou a entrega por não ter concluído o pregão para a aquisição dos itens.

Agora, as mães com filhos nascidos no DF em maternidades públicas e privadas, entre outubro de 2016 e a primeira semana de julho de 2017, devem comparecer à unidade de saúde mais próxima de sua residência para efetuar a troca da caderneta. A coordenadora de Aleitamento Materno e Banco de Leite Humano da secretaria, Miriam Santos, ressalta que todas as mães terão acesso ao novo documento.

“A caderneta definitiva representa o prontuário das crianças de zero a 10 anos incompletos, porque contém todas as informações necessárias ao seu acompanhamento”, esclarece a gestora.

CADERNETA – A Caderneta de Saúde da Criança é um documento importante para acompanhar a saúde, o crescimento e o desenvolvimento da criança, do nascimento até os 9 anos de idade.

Elas são distribuídas pelo Ministério da Saúde às secretarias de saúde dos estados e dos municípios com mais de 200 mil habitantes, a quem cabe entregar o documento às maternidades. Dessa forma, toda criança nascida em território nacional recebe a caderneta, gratuitamente, no local de nascimento, seja ele público ou privado, em cumprimento ao estabelecido na Portaria nº 1.058, de 4 de julho de 2005.

A primeira parte da caderneta é destinada a quem cuida da criança. Contém informações e orientações sobre saúde, direitos da criança e dos pais, registro de nascimento, amamentação e alimentação saudável, vacinação, sinais de perigo de doenças graves, prevenção de violências e acidentes, entre outros.

A outra parte é destinada aos profissionais de saúde, com espaço para registro de informações importantes relacionadas à saúde da criança. Contém, também, os gráficos de crescimento, instrumentos de vigilância do desenvolvimento e tabelas para registro de vacinas aplicadas.

A caderneta produzida pela Secretaria de Saúde tem 16 páginas, enquanto a oficial conta com 187 páginas. Ela é voltada aos menores de até dois anos de idade.

Criança Candanga - Governo de Brasília

Governo do Distrito Federal